Ceia Pascal Cristã (celebração)

Obs: Como o objetivo da Ceia Pascal é relembrar a última noite de Cristo e a instituição da Santa Ceia, usemos suco de uva para que todos pudessem participar, visitantes e crianças, lembrando a congregação que se trata de uma encenação onde todos participam e não da Santa Ceia propriamente dita.

1. ABERTURA:
NARRADOR 1:  Sejam  todos  bem vindos a CEIA PASCAL CRISTÃ. Na noite de hoje, vamos relembrar parte da antiga festa da Páscoa, que Deus deu ao Povo de Israel há mais de 3.000 anos quando os libertou da escravidão do Egito, através de seu  profeta Moisés.
NARRADOR 2: Esta Ceia é lembrada hoje principalmente a fim de percebermos a transição da Antiga Páscoa dos judeus para a Nova Páscoa de Jesus Cristo;
NARRADOR 1: E além do mais, a Ceia Pascal nos faz reviver a  cena da paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Pois foi na Quinta-feira Santa que Jesus viveu sua última noite antes de morrer na cruz.
NARRADOR 2: Esta é, também, a noite em que Jesus celebrou com seus discípulos a primeira Ceia da Nova Aliança, Aliança que seria selada com seu próprio sangue, a qual hoje chamamos de Santa Ceia.
DIRIGENTE: Por isso, assim motivados para reviver esta Ceia que é tão significativa para nós filhos de Deus, convidamos  todos para cantarmos o hino: Linda Páscoa do Senhor! (100 HL).

1. Linda Páscoa do Senhor!/ Vem do céu um resplendor/ É Jesus que ressurgiu/ E da morte nos remiu.
     Estr.: Aleluia! Ressurgiu!/ Meu Jesus me redimiu!/ Canto glória ao meu Senhor,/  Que é meu Rei, Meu Salvador!
2. Vem, festeja em gratidão/ Esta Páscoa, vem cristão!/ Pois que Cristo a todos traz/ Vida eterna em glória e paz.
3. Aleluia! Proclamai/ Que Jesus, a quem o Pai/ Do Sepulcro fez sair./ Veio o mundo redimir.
4. Não esperes, pecador,/ Vem a Cristo. o Salvador!/ Ele à  vida conduz,/ Junto ao Pai, na eterna luz.

2. O ACENDER DAS VELAS:
NARRADOR 1: Nos lares israelitas, era tarefa da mãe acender as luzes dos candeeiros, dando vida e alegria ao ambiente da Festa. (Neste momento apagam-se as luzes e uma mãe acende a vela do castiçal)
MULHERES: (Em pé) Ó Deus de Abraão, Isaque e Jacó, que o brilho da  Tua Luz possa também brilhar nos corações daqueles que ainda vivem na escuridão do medo, da incerteza e da incredulidade. Amém.
NARRADOR 2:  A luz, além de representar a Palavra de Deus, também  representa o próprio Cristo que veio para iluminar e dar vida a todo o que andar em Sua luz!
(Todos cantam: Andai na Luz! – 384 HL)
1. Andai na luz! Vencei a escuridão,/ Remidos do Senhor!/    Erguei em Cristo o divinal pendão,/ Vivendo em seu louvor conforme a glória desta herança,/ do crente a vívida esperança,/ Andai na luz! Andai na luz!
2. Andai na luz! Em Santidade e paz/ deveis aqui viver, buscando em Deus favor que satisfaz;/ pois tendes de vencer/ O diabo, o mundo e seus aliados;/ Estai, portanto preparados./ Andai na luz! Andai na luz!
3. Andai na luz! Nascidos para Deus,/ Fugi de todo o mal! Com fé e amor voltai-vos para os céus -/ A casa paternal!  Assim, prudentes, vigilantes,/ E no trabalho aqui constantes,/ Andai na luz! Andai na luz!
4. Andai na luz! E quando enfim chegar/ O dia do Senhor, bendito o servo que Ele então achar/ Servindo-o com amor!/   Com regozijo os céus entrando,/ Os salvos cantam triunfando,/ Em plena luz! Em plena luz!

3. A BÊNÇÃO DA FESTA:
NARRADOR 1: Assim como o deve ser em todas as refeições, também os alimentos servidos na Páscoa eram abençoados antes de serem consumidos, ou seja, o chefe da casa agradecia a Deus, louvando o Seu Nome pelos dons concedidos.
DIRIGENTE: (Em pé) Bendito sejas tu, Senhor, nosso Deus, que nos escolheste dentre todos os povos para teu serviço e nos  exaltaste, ensinando-nos a santidade através de teus manda mentos. Agradecemos-te pela vida e por todas as dádivas que sem medida  nos concedeste. Louvado sejas Tu Senhor. Amém.
TODOS: (Cantado)
   Dai Louvor ao Senhor! Ele é tão bondoso!
   Sua Misericórdia,/ ::Dura para sempre!:: (2X)

(É servido o primeiro cálice, o "cálice da santificação")
NARRADOR 2: Na última Ceia de Jesus com os seus discípulos, Ele serviu este primeiro cálice dizendo:
VÓZ DE FUNDO: "Recebei este cálice e repartí entre vós; pois vos digo que, de agora em diante, não mais beberei do fruto da videira, até que venha o Reino de Deus." (Lc 22.18).
TODOS: (Erguendo o cálice dizendo em conjunto) Bendito sejas tu, Senhor, nosso Deus e Rei do Universo. Amém. (É tomado o primeiro cálice)

4. O LAVAR DAS MÃOS:
NARRADOR 1: Lavar as mãos antes das refeições é um antigo costume  oriental.
(Todos molham as pontas dos dedos no copo com água simbolizando, assim, o lavar as mãos.
 Após, os secam no guardanapo)
NARRADOR 2: É possível que foi a esta altura da Ceia que Jesus  javou os pés dos seus discípulos, dando ênfase e expressão ao Novo Mandamento do Amor – o servir com humildade.
LEITURA BÍBLICA: João 13.1, 4-5, 12-15, 34-35.
CANTO: (Todos)
 Jesus é a aliança entre você e Deus.
 Jesus é a aliança entre você e eu.
  Hoje Ele te chama para restaurar
  Hoje Ele te chama para renovar.
  Hoje Ele te chama para reviver e amar.

5. O COMER DAS VERDURAS: (Ervas amargas)
NARRADOR 1: Na Ceia Pascal, o comer das verduras é parte preliminar da ceia. As ervas amargas, que são embebidas em salmoura, simbolizam as lágrimas e o sofrimento do povo de Israel durante os anos de escravidão no Egito.
(Todos pegam um folha de verdura, molham na salmoura e antes de comerem dizem)
TODOS: Bendito sejas Tu, Senhor, nosso Deus, Rei do Universo.  Amém.

6. O PARTIR DO PÃO ÁZIMO: (Pão sem fermento)
NARRADOR 2: (Enquanto o narrador fala o dirigente levanta a bandeja com os 3 pães ázimos)  O pão ázimo,  isto é, sem fermento, é parte cerimonial da Ceia Pascal, porque lembra a saída rápida do povo de Israel do Egito quando Deus, poderosamente, libertou seu povo  da escravidão para guia-los rumo a terra prometida, a terra de Canaã.
LEITURA BÍBLICA: Êxodo 12.29-31, 34,38-39
(Todos tomam um pedaço do pão e antes de comerem dizem)
TODOS: Bendito sejas Tu, Senhor, nosso Deus, Rei do Unviverso. Amém
CANTO: (262 HL – melodia 248) DURANTE O CANTAR DO HINO É TRAZIDA UMA PARTE DO CORDEIRO.
1. É pão dos escolhidos/ O corpo do Senhor;/ É vida dos remidos/ O sangue redentor./ O pão do mundo insano -/ Riquezas a fartar -/ Ao coração humano/ Não poderá saciar.
2. Teu corpo nos foi dado,/ E o sangue teu, Jesus,/ Por todos derramado/ em remissão, na cruz/ Sacia-nos a fome/ Na Ceia sem igual;/ Só acha paz quem come/ O pão celestial.

7. O CORDEIRO PASCAL:
NARRADOR 1: O Cordeiro "pessach" tem um significado duplo dentro da Ceia Pascal. Primeiro, ele lembra o sacrifício que  os israelitas fizeram ainda no Egito, na noite em que Deus  os libertou poderosamente da Escravidão. Segundo, aponta pa- ra Cristo, o Cordeiro de Deus que é sacrificado em nosso lugar para libertação da morte e da condenação eterna a que  estávamos sujeitos por causa de nossos pecados.

NARRADOR 2: Na Ceia Pascal, a preparação do cordeiro tinha uma sé- rie de exigências e rituais, mas todas com um significado profético: Devia ser macho, sem defeito prefigurando Cristo, o Cordeiro de Deus, Santo e sem pecado. Deveria ser assado num espeto em forma de Cruz e nenhum osso deveria ser quebrado prefigurando assim a morte de Cristo sobre a cruz, cujo osso algum foi quebrado.
LEITURA BÍBLICA: João 19.31-33, 36.

NARRADOR 1: Cristo, o nosso Cordeiro da Páscoa, já foi sacrificado. Na verdade, já no Antigo Testamento isto foi profetizado por meio do profeta Isaias.
LEITURA BÍBLICA: Isaías 53.7.

NARRADOR 2: Por isso, o único que é digno de toda Honra, Louvor e  Glória é o Senhor Jesus – o Cordeiro de Deus que tira o pecado dom mundo.
 (O coral cantará: Digno és ó Cordeiro de Todo Louvor – 205 HL)

1. Digno és, ó Cordeiro, de todo o louvor, graças nós rendemos por    teu amor.
 2. Tua seja a glória e o domínio também, para todo o sempre.  Amém. Amém.
  3. Teus são os poderes e os tronos também, hoje e para sempre. Amém. Amém.
   4. Glória nas alturas na terra também, glórias, Aleluia! Amém. Amém.

8. A INSTITUIÇÃO DA NOVA PÁSCOA:
NARRADOR 1: A Ceia Pascal celebrada pelo povo de Antigo Testamento bem como por Jesus naquela última noite antes de sua morte, começa a chegar ao seu final. E pelo que tudo indica, é a esta altura da Ceia, que Jesus instituí e ofereceu aos seus discípulos a Nova Ceia – a Santa Ceia – que seria selada com seu próprio sangue na cruz. Ouçamos o relato bíblico que nos faz vivenciar este momento.
NARRADOR 2: Mateus 26.26-29: Enquanto comiam, tomou Jesus um  pão, e abençoando-o, o partiu, e o deu aos seus discípulos  dizendo:
VOZ DE FUNDO: "Tomai e comei; isto é o meu corpo."
(Todos comem um pedaço do pão)
NARRADOR 2: A seguir, tomou um cálice e, tendo dado graças, o deu aos seus discípulos, dizendo:
VOZ DE FUNDO: "Bebei dele todos; porque isto é  o  meu  sangue,  o  sangue da nova  aliança, derramado em  favor de vós para remissão dos pecados."
(Todos tomam um gole de vinho)
NARRADOR 1: Através deste gesto, Jesus selou uma nova aliança, entre nós e Ele, colocando, na Santa Ceia, a remissão de todos os nossos pecados que Ele conquistou por todos nós com seu sacrifício na cruz. E assim, através do pão e do vinho, oferecidos nesta Ceia, Jesus nos oferece, também, seu corpo e sangue para remissão de nossos pecados.
DIRIGENTE: Verdadeiramente Deus nos amou ao ponto de não poupar  nem Seu próprio Filho, antes por todos nós o entregou a fim de sermos salvos da morte e termos vida eterna.
NARRADOR 2: Jesus disse: "Em verdade, em verdade vos digo: quem  crê em mim tem a vida eterna." (Jo 6.47).
(Todos se põe em pé e dizem)
TODOS: Louvado seja o nome do Senhor que provas tão grandes deu de  Seu amor por nós. Amém.
CANTO: (269 HL) 
 1. Ninguém nos amou como o Filho de Deus/ Que a glória deixou nas venturas dos céus,/ Fazendo-se igual ao homem mortal
 2. Ninguém nos amou como o Cristo Jesus,/ Que humilde aceitou a vil morte na cruz,/ A fim de nos dar no céu novo lar.
 3. Ninguém nos amou como o Cristo Senhor/ Que as alma guiou  como o seu bom Pastor;/ na Bíblia nos deu consolo do céu.
 4. Se Cristo, o Senhor, como nunca ninguém,/ Nos deu tanto amor,vamos todos também/ Com fé o adorar e o amar sem cessar.

Opcional
9. A CEIA PASCAL:  
DIRIGENTE: O jantar será agora servido. Este dever ser um momento de alegria e comunhão fraterna. Após a refeição passaremos para o ato de fechamento da Ceia Pascal, a cerimônia de desguarnecimento do Altar. Enquanto aguardamos  que as mesas  sejam servidas, agradeçamos a Deus cantando:   

Vem Jesus, ó Benigno Senhor!
Sacia-nos sempre por Teu favor. Amém. Amém. Amém.

10. CERIMÔNIA DE DESGUARNECIMENTO DO ALTAR:
NARRADOR 1: Após a Ceia, Jesus e seus discípulos se dirigiram para o monte da Oliveiras, mais especificamente ao Jardim do Getsêmani. Ali Jesus, orou ao Pai Celeste:
VOZ DE FUNDO: "Pai, se queres, passa de mim este cálice, contudo,  não se faça a minha vontade, e sim a Tua." (Lc 2.42)
NARRADOR 2: E na mesma noite, vieram os soldados, que seguindo a  Judas, o discípulo que o traiu, prenderam a Jesus e o levaram às autoridades para que fosse condenado a morte.
NARRADOR 1: Jesus foi levado perante o governador Pilatos, para que ele decretasse a crucificação de Jesus, mas como não encontrava motivos para o condenar, lavou as suas mãos e o entregou à vontade dos líderes religiosos que queriam a sua  crucificação:
LEITURA BÍBLICA: João 19.17-42.

DIRIGENTE: Como sinal de nossa tristeza e arrependimento por nossos pecados que mataram o Filho de Deus, retiramos agora todos os ornamentos do Altar e o cobriremos com Pano Preto,  até o Culto da manhã de Páscoa, quando enfeitaremos novamente o Altar com flores alegres e símbolos festivos porque o nosso Senhor estava morto mas ressuscitou. Ele vive e a Sua  vitória sobre a morte é também a nossa vitória.
CORAL:

(TODOS JUNTAM AS MÃOS E ORAM A ORAÇÃO DO PAI NOSSO E A ORAÇÃO DA BÊNÇÃO)

Esta é uma adaptação da Ceia Pascal original
Pastor Emerson Zielke (2004)
IELB – Xanxerê/SC

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: