CARACTERÍSTICAS DA IGREJA LUTERANA

 Em 1 Pedro 3.15 o apóstolo Pedro nos fala do dever de explicar a razão da nossa fé, de falar aos outros o que cremos e porque cremos isso.

 Nós somos luteranos. Será que todos sabem o que é a Igreja Luterana, donde surgiu, o que ela ensina e o que a distingue das outras igrejas?

 O que, por exemplo, você iria responder se alguém lhe perguntasse qual é a lei da Igreja Luterana?

I

 A lei da Igreja Luterana é a lei de Deus. E a lei de Deus se acha resumida nos Dez Mandamentos.

 Só Deus pode estabelecer leis. A igreja não pode proibir o que Deus não proíbe e nem ordenar o que Deus não ordena. Deus nega à igreja a autoridade legislativa (Tiago 4.12).

 Na igreja só devem ser reconhecidas como obrigatórias as leis que tenham sido estabelecidas pelo próprio Deus (Mateus 23.10). Diz Mueller: “Só Deus pode decretar leis para os homens. A igreja não tem autoridade para fazer leis, é prerrogativa divina. Na igreja só se devem reconhecer como obrigatórias as leis que tenham sido estabelecidas pelo próprio Deus” (Dogmática Cristã, página 218).

 As leis estabelecidas por homens só são obrigatórias quando o próprio Deus conferir a eles autoridade para as fazer, como é o caso das leis do governo. Diz Koeler: “A transgressão de normas e leis feitas por homens não podem ser consideradas pecado, a menos que implique na transgressão de um mandamento de Deus. Assim, ao transgredirmos as leis do governo, pecamos contra Deus, que nos ordenou submissão às autoridades” (Sumário da Doutrina Cristã, página 65).

 Não se deve confundir resoluções, costumes e práticas estabelecidas pela igreja como leis. São costumes eclesiásticos. Ninguém peca ao desobedecê-las e nem se torna mais santo ao obedecê-las. Diz a Confissão de Augsburgo: “Das ordenanças eclesiásticas estabelecidas por Deus, se ensina observar aquelas que possam ser observadas sem pecado e contribuem para a paz e boa ordem da igreja. Ensina-se, ademais, que todas as ordenanças e tradições feitas pelos homens com o propósito de por elas reconciliar-se com Deus, são contrárias ao Evangelho e à doutrina da fé cristã” (Confissão de Augsburgo, artigo 15).

II

 O que a nossa igreja ensina, qual a sua doutrina? É a pergunta que freqüentemente nos fazem.

 A doutrina da Igreja Luterana está resumida no Credo Apostólico. Tudo o que cremos e confessamos está claramente exposto no Credo apostólico, no qual a Confissão de Augsburgo se baseia. Diz o Dr. Nestor Beck: “Ao confessar a sua fé, os confessores aproveitaram, com a maior naturalidade, os termos e a ordem do Credo Apostólico. Nunca passou pela cabeça dos luteranos ensinar outra coisa, sem ser o que a igreja cristã vinha ensinando desde o começo” (Confissão da Esperança, página 33).

 Se alguém quiser se aprofundar na doutrina da Igreja Luterana, recomendamos a leitura do Livro de Concórdia e do Sumário da Doutrina Cristã de Koeler, à venda na Concórdia Editora.

III

 O que caracteriza a Igreja Luterana? O que diferencia a Igreja Luterana das outras igrejas?

 As principais características da Igreja Luterana são as seguintes:

a)      Fidelidade à Bíblia. Gl 1.8; Ap 22.18,19.

b)      Pregação cristo-cêntrica. Mt 28.19; 1Co 2.2.

c)       Livre exame das Escrituras. At 17.11; Jo 5.39.

d)      Liberdade de espírito. Gl 4.9,10; Gl 5.1.

e)      Unidade na doutrina e praxe. Rm 16.17.

f)        Respeito às outras igrejas. Fp 1.15-18; Tt 3.9.

 

Pastor Lindolfo Pieper (piperlin@uol.com.br)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: