Mt 9.35-38 – Sermão

Sermão de Mateus 9. 35-38
Em Cristo Jesus, o bom pastor, que veio procurar as ovelhas perdidas, caros irmãos e irmãs na fé!
Você sabe porque está no mundo? Qual é o objetivo de sua vida? O que determina as decisões que toma? O que tem valor e o que é descartável?
O Senhor Jesus encontrou muita confusão entre seus contemporâneos, com referência ao que é essencial na vida de uma pessoa. Nosso evangelho fala das providências que Jesus toma para mudar a mente do povo.
Primeira providência: Relata o evangelho; “E percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades.” Aqui temos três verbos que indicam a atividade pessoal de Jesus no sentido de colocar o povo na rota certa, na rota que conduz ao céu.
a) Jesus percorria as cidades da terra da Palestina. Ele pessoalmente vai ao encontro das pessoas ali onde elas se encontravam. Ele não espera que o procurem, mas vai procurá-las.
b) Jesus vai ao encontro das pessoas para ensinar e pregar. Pregar o evangelho, a boa notícia do amor de Deus. O evangelho que oferece perdão dos pecados pelo sangue de Cristo. O evangelho que chama a todos para o céu. O evangelho que proclama que nosso Deus não tem prazer na morte do pecador.
C) Jesus cura as doenças físicas do povo. A doença física é a manifestação de nossa pecaminosidade. A doença física anuncia que Deus está cumprindo em nós sua sentença: “A alma que pecar morrerá.” Todos nascem em pecado e em pecado nos concebeu a nossa mãe. Em Cristo nossas enfermidades, até a morte física, têm por objetivo aproximar-nos de Deus. Cristo é salvação para morte e enfermidade.
A segunda providência que Cristo assumiu para mudar a mentalidade do seu povo, o evangelho registra nas palavras: “Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não tem pastor.” Aqui vemos três análises que Jesus faz da situação:
a- Nosso texto diz: “Vendo as multidões.” Jesus observa a desgraça de seu povo. Ele vê um povo desorientado, um povo que não sabe donde vem, nem para onde vai, um povo que desconhece sua própria miséria e necessidade do Salvador.
b- Jesus sente profunda compaixão por este povo! Movido por esta compaixão, ele está no mundo; ele toma sobre si a culpa de todo o pecado, ele paga na cruz o resgate de todos, ele percorre vilas e cidades para levar a boa mensagem de vida eterna para todos.
c- Jesus vê um povo como ovelhas que não tem pastor! Nestas palavras está descrita a situação mais precária que um rebanho de ovelhas pudesse enfrentar. A falta de um pastor acarreta na falta de água, de comida, de abrigo e proteção. Um povo sem Deus, sem Salvador, é um povo desprotegido, um povo no caminho para o inferno.
A terceira providência de Jesus, está na análise que faz das forças disponíveis. Diz o evangelho: “Então Jesus se dirigiu aos seus discípulos: A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos.” Jesus agora envolve o grupo de discípulos nas providencias a serem tomadas. Chama a atenção dos mesmos sobre o tamanho de sua missão. O mundo todo está diante dele para ser ganho para Cristo. O mundo todo vive sua miséria como ovelhas sem pastor. Ainda mais, poucos são os pastores, os trabalhadores que se dispõem a levar a orientação de Deus aos homens. Poucos são aqueles que se dispõem a estudar a palavra de Deus com profundidade e depois levar o conforto da mesma aos desorientados.
Deus quer salvar a todos! Para realizar seu plano salvador ele precisa de todos nós. Precisa de nossas ofertas! Precisa de nossos filhos! Precisa de nosso testemunho!
Jesus desafia a seus discípulos a avaliar a miséria das pessoas e a colocar mãos a obra para modificar a situação.
A quarta providência de Jesus, envolve toda igreja cristã” Jesus conclama a todos: “Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para sua seara!” Jesus coloca aqui a oração como fator decisivo na formação de mais pastores. Bem como a realização de um ministério fiel, de um ministério que tira a muitos de sua miséria espiritual. A nossa igreja está preocupada com seu futuro próximo, devido as baixas inscrições de alunos no seminário. Precisamos orar para suprir esta falta!
Diante das providencias tomadas e recomendadas por Cristo, qual é nossa participação na obra do Senhor? Comove-nos a miséria espiritual de nosso povo? Estamos orando por nosso pastor e pela formação de novos pastores? Estamos incentivando nossos filhos a se tornarem mensageiros da paz de Deus?
Ou, ainda não sabemos que rumo vamos dar a nossa própria vida? Ainda não decidimos entre céu e inferno? Ainda somos como ovelhas sem pastor? Deus mesmo veio procurar-nos, na pessoa de seu Filho Jesus Cristo, vamos negar este convite? Amém!

Autor: Rev. Waldemar Reimann.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: